POLICIAL MANDADOS

Delegado da 48ª DRP fala sobre buscas em residências de policiais, agente e advogada de Assis e Foz

Investigações seguirão no intuito de apurar os supostos crimes

06/10/2021 06h59 Atualizada há 1 semana
Por: Redação
Delegado André Mendes
Delegado André Mendes

A Polícia Civil do Paraná cumpriu oito mandados de busca contra policiais civis, agente de cadeia e advogada suspeitos de concussão, roubo e associação criminosa nos municípios de Assis Chateaubriand e Foz do Iguaçu. A ação aconteceu simultaneamente, na manhã desta terça-feira (5), com a participação de 35 policiais civis.

O cumprimento das ordens judiciais teve por objetivo encontrar documentos que podem auxiliar no andamento das investigações, que seguirão no intuito de apurar supostos crimes.

Durante a tarde, o delegado da 48ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Assis Chateaubriand, André Mendes, se pronunciou sobre a operação.

“Essa investigação visa a apuração de desvios na conduta de agentes públicos que teriam recebido vantagem ilícita em razão do seu cargo, além de outros crimes. Assim que tivemos conhecimento dos prováveis fatos, passamos a apurá-los e encaminhamos para a Corregedoria da Polícia Civil, que aprofundo a investigação – culminando nessas buscas e apreensões”, disse o delegado.

André Mendes também disse que a 48ª DRP irá colaborar para que as medidas sejam tomadas, caso as suspeitas sejam concretizadas em fatos, e os envolvidos sejam responsabilizados ao final do processo.

“Nós, não compactuamos com qualquer desvio de conduta. Muito pelo contrário. Estamos apurando e vamos cortar na nossa própria carne, se necessário”, ressaltou o delegado.

Ele deixou claro que não são todos os policiais que estão envolvidos nas investigações, mas sim apenas uma parcela mínima, sendo que alguns nem trabalham na 48ª DRP, no entanto, estão relacionados aos fatos.

“Reafirmo que meu compromisso é com a população de Assis e com a instituição da Polícia Civil. Nós não vamos deixar esses fatos passar. Vamos apurá-los para que essas pessoas sejam responsabilizadas”, finalizou André Mendes.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.