GERAL TEMPORAL

Copel diz que estragos de sábado foram mais graves e avança na recomposição da rede elétrica

Mais de 1 milhão de domicílios ficaram sem energia elétrica

25/10/2021 12h47 Atualizada há 9 meses
Por: William Borges Fonte: Copel
Foto: Copel
Foto: Copel

O domingo (24) foi de avanços na recuperação dos estragos causados pelo temporal deste fim de semana em diversas regiões do Paraná. A avaliação é de que o impacto deste evento climático foi 20% maior que o temporal da semana passada, que já era considerado o mais grave já enfrentado pela Copel no interior do estado.

Equipes de emergência, manutenção e obras da companhia estiveram em campo e seguem trabalhando na reconstrução das redes elétricas do Oeste, Sudoeste, Noroeste e Norte do Estado. São 1.350 profissionais empenhados em religar tudo o mais rapidamente possível.

No pior momento do temporal, 552 mil unidades consumidoras chegaram a ter o fornecimento de energia interrompido pela ocorrência de raios, queda de árvores, e rajadas de vento que variaram entre 80 e 90 km/h em diversas localidades, chegando aos 100 km/h em Cianorte.

Alternadamente, mais de um milhão de domicílios tiveram desligamento de energia por algum tempo durante a ocorrência do temporal, no Paraná, dos quais aproximadamente 144 mil seguem sem energia.

Muitos postes foram derrubados

Oeste e Sudoeste

Conforme nota divulgada pela Copel, na noite deste domingo, as regiões Oeste e Sudoeste somavam 37 mil domicílios sem energia. A maior parte dos circuitos de baixa tensão já foi restabelecida, restando 2,4 mil ocorrências para atendimento por parte das equipes, que continuam trabalhando na recomposição das redes elétricas urbanas e rurais. Até então, eram 170 registros de postes quebrados nos municípios.

Noroeste 

Na região ao menos 49 mil unidades consumidoras tiveram o fornecimento de energia regularizado, na tarde de domingo, e os serviços tiveram continuidade para religar outras 73 mil que permaneciam sem luz, especialmente nos municípios que tiveram o fornecimento total ou quase totalmente interrompido, como foi o caso de Terra Rica e Jardim Olinda, em cuja fonte de alimentação por 33 postes foram quebrados pelo temporal. Em Amaporã, eram 10 estruturas danificadas para alimentação da cidade, e três na linha que atende Guairaçá. Havia ainda 2.300 serviços para atendimento em toda a região Noroeste, e a soma de postes quebrados chegou a 145.

Norte

Na região Norte havia 30 mil domicílios sem energia. A maior parte dos circuitos alimentadores de média tensão já foi restabelecida, mas as equipes ainda tinham, até a noite de domingo 1.900 mil ocorrências para atendimento, nas áreas urbana e rural. Em Londrina, equipes de construção trabalharam o dia todo para reerguer as redes derrubadas pelos fortes ventos às margens da rodovia na saída para Bela Vista do Paraíso. Em toda a região foram 178 postes quebrados.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.