GERAL PEDÁGIO

Aprovada a proposta para novas concessões de pedágio no Paraná

Cancelas serão abertas e não haverá cobrança de pedágio, a partir do dia 27 de novembro

05/11/2021 10h14 Atualizada há 3 semanas
Por: William Borges Fonte: AEN e Bem Paraná
Foto: Gelson Bampi
Foto: Gelson Bampi

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou hoje o relatório final da audiência pública sobre as novas concessões de pedágio no Paraná. A proposta agora segue para o Ministério da Infraestrutura que deve encaminhá-la ao Tribunal de Contas da União (TCU), encarregado de analisar e dar o aval final para o processo, antes de o projeto ir a leilão na Bolsa de Valores.

Ao todo, serão concedidos 3,3 mil quilômetros de estradas, com a previsão de R$ 44 bilhões em investimentos, entre duplicações, contornos, obras de arte especiais e outras melhorias.

As atuais concessões terminam no próximo dia 27, e o leilão dos novos pedágios está previsto para o final de 2022. Com isso, a partir do final do mês, as cancelas ficarão abertas e a cobrança suspensa até que as novas concessões sejam concluídas.

Estima-se que esse processo de transição irá durar em torno de 1 ano, período no qual não haverá cobrança de pedágio no estado.

Menor tarifa

A modelagem foi construída em conjunto pelo Governo do Estado e pelo governo federal, por meio do Ministério da Infraestrutura. O projeto é o maior pacote de concessões rodoviárias já estruturado no País.

De acordo com o novo modelo, estima-se que preço do pedágio poderá ser, em média, 50% mais baixo que o atual.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.