POLICIAL PRISÃO

Perseguição policial entre Assis e Jesuítas termina em prisão e apreensão de 260 quilos de maconha

Policiais atiraram contra o veículo dos fugitivos que adentram a uma mata

23/12/2021 10h33 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação
Veículo transportava 260 quilos de droga
Veículo transportava 260 quilos de droga

Uma perseguição policial com tiros na PR-239, entre Assis Chateaubriand e Jesuítas, por volta das 19h desta quarta-feira (22), terminou com um indivíduo preso e apreensão de 260 quilos de maconha que estavam no carro dos fugitivos.

A ação começou quando a Polícia Militar recebeu a informação de que um GM/Vectra GT e um Ford/Fiesta, ambos de cor preta, estavam forçando ultrapassagens (em alta velocidade) na rodovia.

No trevo de acesso ao município de Jesuítas, a equipe policial avistou o Vectra e, ao se aproximar com sinais luminosos e sonoros, deu ordem para que o condutor encostasse o carro, mas ele acelerou, iniciando ultrapassagens forçadas a outros veículos que estava na via, momento em que começou acompanhamento tático e, por várias vezes, tentado emparelhar a viatura ao lado do veículo em fuga, mas o elemento jogou o Vectra contra a viatura de Jesuítas.

De acordo com a PM, em determinado momento, numa manobra mais agressiva dos indivíduos, foram efetuados 5 disparos de arma de fogo contra o carro, vindo a acertar o pneu traseiro direito, fazendo com que o mesmo perdesse velocidade, adentrando a uma plantação de soja.

Os ocupantes pararam à beira de uma mata e correram para dentro da mesma. Momentaneamente, eles não foram encontrados.

No Vectra, com alerta de furto na cidade de Telêmaco Borba, foram encontrados 13 fardos de maconha que, posteriormente pesados, totalizaram 260 quilos da droga. O carro foi guinchado e encaminhado para a delegacia de Nova Aurora.

Enquanto isso, a PM recebeu informação de que os ocupantes estariam caminhando ao lado da rodovia, na cidade de Jesuítas. As equipes se deslocaram e abordaram os suspeitos. Em busca pessoal, um dos abordados saiu correndo sentido a algumas casas e foi perseguido a pé. O outro foi identificado como morador de Palotina e relatou que estava como passageiro e que o motorista era quem estaria levando a droga de Guaíra até Curitiba.

Diante dos fatos, ele foi preso e também levado para a delegacia de Polícia Civil de Nova Aurora.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.