MAIS NOTÍCIAS GERAL

Casos de embriaguez ao volante em rodovias aumentam 225% no carnaval

PRF fez neste ano 950% testes com bafômetro a mais que em 2021

03/03/2022 17h33
Por: Carlos Militão Fonte: Agência Brasil
Tânia Rego
Tânia Rego

A Operação Carnaval 2022 realizada nas rodovias federais do país registrou aumento de 225% no número de motoristas flagrados dirigindo sob influência de álcool na comparação com o resultado do ano passado. Neste carnaval, os autos de infração nas estradas somaram 2.551, informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segundo a corporação, os testes feitos com bafômetro também aumentaram significativamente em relação aos números da operação anterior. O crescimento chegou a 950%, com 78.958 registros. Os dados foram divulgados pela PRF nesta quinta-feira (3).

Ao todo, foram registradas 77.832 autuações, com aumento de 8% na comparação com o ano passado. Destas, 10.921 foram por ultrapassagens indevidas e 8.296 por condutores e passageiros flagrados sem o cinto de segurança, aumento de 14% e 6%, respectivamente, em relação a 2021.

Realizada entre os dias 25 de fevereiro e 2 de março, a operação envolveu 16,8 mil policiais, que fiscalizaram 165.319 pessoas e 132.931 veículos em todas as rodovias federais do país.

Segundo a PRF, o crescimento do número de infrações neste ano levou ao aumento de 16% em acidentes graves, com mais 6% de feridos e 18% mais mortes em relação às ocorrências de 2021.

Apreensões

A Polícia Rodoviária Federal informou que foram apreendidos 437 quilos de cocaína, com aumento de 164%. Foram feitas 1.092 prisões, 26% a mais que em 2021, e recuperados 201 veículos, aumento de 18%. Todos os dados são comparados às apreensões realizadas no ano passado.

Por Agência Brasil - Brasília

 

Edição: Nádia Franco

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.